Divulgação
Divulgação

Dunga visita o Monaco e inicia encontros com clubes europeus

Treinador conversa com comissão técnica de clube francês

Estadão Conteúdo

30 Março 2015 | 16h25

O técnico Dunga permanece na Europa após comandar a seleção brasileira em mais dois amistosos - as vitórias sobre a França (3 a 1) e Chile (1 a 0). Nesta segunda-feira, ele seguiu para Mônaco, onde se encontrou com membros da comissão técnica do Monaco.

Dunga estava acompanhado de Andrey Lopes, o Cebola, seu auxiliar técnico, e de Gilmar Rinaldi, coordenador de seleções da CBF. Na sede do Monaco, eles se reuniram com Leonardo Jardim, técnico do clube, e também com Luis Campos, diretor esportivo da equipe.

A visita ao Monaco foi apenas a primeira de uma série de encontros que Dunga, seu auxiliar e Gilmar terão nos próximos dias com clubes europeus, aproveitando a ida ao Velho Continente para estreitar relações com o comando das equipes que constantemente cedem jogadores para a seleção.

De acordo com a nota divulgada pela CBF, "o objetivo da visita é observar o trabalho desenvolvido nestes clubes, além de manter um bom relacionamento com os treinadores e dirigentes internacionais".

O Monaco, aliás, teve dois jogadores convocados para os últimos compromissos das seleções do Brasil nas datas reservadas pela Fifa para compromissos internacionais. O lateral-direito Fabinho foi convocado por Dunga para a seleção principal, enquanto o zagueiro Wallace acabou sendo levado por Alexandre Gallo para a equipe olímpica.

De volta ao comando da seleção brasileira após a Copa do Mundo de 2014, Dunga venceu as oito partidas em que dirigiu a equipe desde então. Ele voltará a convocar a seleção em maio, quando apresentará a lista do Brasil para a Copa América e os amistosos preparatórios para o torneio diante de México e Honduras.

Mais conteúdo sobre:
futebol seleção brasileira Dunga Monaco cbf

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.