Dupla da Santista comemora boa fase

O ataque da Portuguesa Santista está de bem com vida e os dois maiores responsáveis por isso aproveitam a excelente fase para aumentar o clima de alegria no estádio Ulrico Mursa. Os atacantes Zinho e Tico Mineiro estão gastando a bola neste Campeonato Paulista e não economizam nos elogios. Juntamente com o São Paulo, a Santista possui o terceiro melhor ataque da competição, com 23 gols marcados. Destes, 15 foram marcados pela endiabrada dupla de ataque, que promete não parar por aí.Zinho e Tico Mineiro, inclusive, não cansaram de trocar elogios pelas brilhantes atuações apresentadas no Campeonato Estadual. O primeiro já marcou oito gols e o segundo está logo atrás, com sete. Só contra o São Paulo, no empate por 4 a 4, em Santos, foram três gols da dupla infernal. Na grande vitória sobre o Rio Branco, Tico fez dois e Zinho um."Jogar ao lado do Zinho é muito bom, porque o colega tem rapidez e sabe executar o passe no momento certo para a conclusão da jogada. Além disso, é um amigão. Não tenho receio até de lhe pedir algumas dicas. Conversamos bastante nos treinamentos e quando estamos concentrados. Por ele ser um jogador mais experiente, está me ajudando bastante. O Zinho caiu como uma luva na nossa equipe", derrete-se Tico Mineiro.E o companheiro goleador também não deixa por menos. "O Tico é um excelente amigo e um bom profissional. Estamos nos dando bem. O entrosamento é fruto de um trabalho de todos, principalmente do professor Muricy. É claro que, dependendo do lance, a gente tem que procurar decidir, partir com tudo para cima dos zagueiros. As vezes, é preciso arriscar e, com um pouco de sorte, a gente chega lá", comentou Zinho.Outro que não cansa de elogiar os dois matadores é o técnico Muricy Ramalho, que reconhece que, no momento, a Portuguesa Santista joga em função de Zinho e Tico Mineiro. "Felizmente, eles estão sabendo aproveitar as oportunidades". A Santista é quinta colocada do Paulistão, com 17 pontos, estando na briga direta pela classificação. No domingo ela enfrenta a ascendente Internacional, em Limeira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.