Dupla de ataque é a esperança do Bota

A chegada de Caio e Ricardinho ao Botafogo, poucos dias antes do prazo máximo de inscrição no Campeonato Brasileiro, não despertou a atenção dos torcedores nem a euforia do técnico Paulo Bonamigo. Passadas quatro rodadas, a dupla é vista como a maior esperança de gols para derrotar o São Caetano nesta quinta-feira, às 20h30, em Caio Martins, que vai estar lotado.Ricardinho, contratado ao Sport, fez 2 gols e deu três ótimos passes para os companheiros marcarem, mas não quer ser visto como o "salvador da pátria". Disse estar trabalhando com dedicação e elogiou a movimentação e o bom "toque de bola" de Caio. Segundo ele, a receita para jogar bem no Botafogo é simples."Tem que ter motivação extra. Correr, treinar bem e vencer, que é o mais importante", destacou Ricardinho, que espera receber marcação individual da zaga paulista.O técnico do Botafogo está convicto da importância de ambos "reforços" no aumento do desempenho da equipe, fora da zona de rebaixamento, com 38 pontos em 34 jogos. Ele, porém, frisou que a marcação é uma das principais virtudes do São Caetano e, por isso, a movimentação do ataque e do meio-de-campo vai ser necessária para criar oportunidades de gol."O grupo não pode perder o embalo. Convoco a torcida para nos apoiar o tempo todo", declarou Bonamigo, que vai escalar a zaga reserva.Scheidt, suspenso, e João Carlos, machucados, vão ser substituídos por Rafael Marques e Gustavo.Almir, suspenso, também desfalcará a equipe alvinegra. Schwenck foi o escolhido para atuar ao lado de Ricardinho no ataque. Caio será deslocado para o meio-de-campo, com a responsabilidade de criar as jogadas ofensivas."Já atuei nesta função ao longo da minha carreira e o mais importante é ajudar o Botafogo a conquistar mais uma vitória", afirmou Caio, ciente da qualidade técnica do adversário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.