Carl Recine/ Reuters
Carl Recine/ Reuters

Dupla volta a brilhar, Leicester bate o Chelsea e lidera o Inglês

Jamie Vardy e Riyad Mahrez marcam os gols dos donos da casa

Estadão Conteúdo

14 de dezembro de 2015 | 20h09

O poderoso Campeonato Inglês tem alguns dos maiores e mais ricos clubes do mundo, mas neste momento quem reina por lá é um time bem menos expressivo. O Leicester City voltou à liderança da tabela ao bater um Chelsea em péssima fase nesta segunda-feira, embalado por seus dois grandes destaques na temporada. Jamie Vardy e Riyad Mahrez comandaram o triunfo por 2 a 1, em casa.

O resultado levou o Leicester a 35 pontos após 16 rodadas, deixando para trás o vice-líder Arsenal, que chegou a 33 no fim de semana. No sábado, a grande zebra do campeonato terá a difícil missão de viajar a Liverpool para encarar o Everton, décimo colocado da tabela.

Já o Chelsea definitivamente não se encontrou na temporada. Se na Liga dos Campeões a equipe se classificou em primeira no grupo, no Inglês vai patinando e já se vê à beira da zona de rebaixamento, em 16º, com apenas 15 pontos, um acima da degola. No sábado, receberá o Sunderland em confronto direto.

As atuações dos atacantes nesta segunda mostraram bem o porquê das fases tão diferentes das equipes. Pelo Chelsea, Diego Costa voltou a aparecer muito mais pela irritação em campo, muitas vezes beirando a deslealdade, do que pelos gols de outras épocas. Do outro lado, Jamie Vardy ampliou sua vantagem na artilharia ao chegar ao 15º gol na competição. Seu companheiro, Mahrez, marcou um golaço, seu 11º, além de ter dado a sétima assistência no campeonato.

O show da dupla começou ainda no primeiro tempo. Quando os dois times pareciam apenas se estudar, o Leicester City aproveitou um cochilo da defesa rival para marcar o primeiro. Aos 33, Mahrez cruzou da direita, Terry e Zouma bobearam e Vardy os antecipou para tocar de direita para a rede.

Quando o Chelsea buscava o ataque para tentar o empate, o Leicester ampliou a vantagem e jogou um balde de água fria na reação logo no início do segundo tempo. Aos dois minutos, Mahrez recebeu de Albrighton dentro da área pelo lado direito. Ele teve tranquilidade para dominar, tirar Azpilicueta para dançar e colocou no ângulo direito de Courtois: um golaço.

Só então o Chelsea acordou e passou a atacar de fato. Aos 16, perdeu duas chances consecutivas de forma inacreditável. Na primeira, Fabregas deu enfiada perfeita para Diego Costa, que saiu de frente para Schmeichel mas bateu em cima do goleiro. Na cobrança de escanteio, Ivanovic apareceu sozinho na segunda trave, mas acertou o zagueiro que estava em cima da linha.

Muito mais na base da insistência do que da qualidade, o time londrino diminuiu aos 31 minutos. Pedro avançou pela esquerda e cruzou na cabeça de Remy, que desviou para a rede. No final, o Chelsea ainda tentou uma pressão, mas o Leicester mostrou maturidade para se fechar e segurar o resultado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.