Sergei Karpukhin/Reuters
Sergei Karpukhin/Reuters

Dzagoev lamenta lesão, mas já projeta volta: 'Ainda tenho esperanças'

Atacante russo teve problema no músculo posterior da coxa no 1º tempo da partida contra a Arábia Saudita, na estreia da Copa

Estadão Conteúdo

17 Junho 2018 | 20h40

Desfalque confirmado da Rússia para a partida contra o Egito, nesta terça-feira, em São Petersburgo, o atacante Dzagoev lamentou a lesão que o tirou da partida e possivelmente da Copa do Mundo em casa, mas disse que ainda tem esperança de voltar a atuar no Mundial.

+ Rússia confirma desfalque do atacante Dzagoev contra o Egito

+ Rússia mostra superioridade e goleia Arábia Saudita na abertura da Copa

+ Após estreia da Rússia, Mário Fernandes relembra erros no Brasil: 'Bebia muito'

"É claro que é um duro golpe quando o maior torneio da sua vida continua sem você", lamentou. "Mas espero poder jogar de novo nesta Copa do Mundo. Se nos qualificarmos para as fases eliminatórias, os médicos me deram pequeno fio de esperança. Ainda espero poder jogar", completou o atacante do CSKA Moscou.

Dzagoev sofreu uma lesão no músculo posterior da coxa ainda no primeiro tempo da partida contra a Arábia Saudita e deixou a equipe antes mesmo do intervalo. Ele foi reavaliado nos últimos dias e, neste domingo, a seleção anfitriã confirmou a baixa para o jogo da segunda rodada do Grupo A.

Neste domingo, o jogador comemorou aniversário de 28 anos. Ele espera que os seus colegas de equipe possam trazer a vitória sobre os egípcios como presente. "Vou assistir ao jogo com minha família. Ninguém me deu presente ainda, mas a vitória contra o Egito é mais do que suficiente", comentou o jogador.

 

O atacante tem histórico de lesões na seleção. Há dois anos, ele foi convocado para jogar a Eurocopa na França, mas um problema físico o tirou da competição um mês antes da abertura. "Ainda não sei como aconteceu. A preparação foi muito profissional e eu ainda sinto dor, mas vou melhorar", concluiu.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.