É cedo para falar no futuro de Ronaldo, dizem médicos

Técnico do Milan espera por retorno do Ronaldo 'vencedor', mas diretoria da equipe desconversa

Mark Meadows, REUTERS

15 de fevereiro de 2008 | 18h29

Ainda é cedo para dizer se o atacante Ronaldo poderá voltar a jogar depois da cirurgia desta semana no joelho esquerdo, disseram seus médicos na sexta-feira.   Veja também: CBF demite médico que acusa Ronaldo de usar anabolizantes De 'coração partido', Lula envia mensagem de apoio a Ronaldo Ancelotti acha que Ronaldo ainda pode 'render bem' por 3 anos Ex-jogadores acreditam na recuperação de Ronaldo A trajetória de Ronaldo no futebol Milan diz que espera Ronaldo, mas não fala de contrato Ronaldo conseguirá superar mais uma contusão?"[As chances] dependem não só de quão efetiva foi a operação, mas também do processo de reabilitação e da motivação de Ronaldo, que tem 31 anos, em retomar o esporte em seu mais alto nível", disse nota divulgada pelo hospital parisiense Pitié-Salpêtrière, onde o brasileiro foi operado na quinta-feira depois de romper o ligamento patelar. Os médicos dizem que o período mínimo de recuperação será de oito a nove meses. Ele deve passar cerca de oito dias internado antes de ir para um centro de reabilitação. Ronaldo se machucou na quarta-feira, três minutos depois de entrar em campo no empate de 1 a 1 contra o Livorno pelo Campeonato Italiano. Era apenas a sexta partida dele nesta temporada, que foi marcada por várias contusões. O contrato de Ronaldo com o Milan vence em junho. O time diz que pretende vê-lo atuar novamente, mas não se comprometeu a firmar um novo contrato com um jogador cuja carreira pode estar no final. "O Milan fará de tudo para que Ronaldo volte a ter o desejo de ser um grande campeão", disse o técnico Carlo Ancelotti em entrevista coletiva na sexta-feira, sem mencionar um novo contrato. Ronaldo, maior artilheiro da história das Copas, três vezes escolhido pela Fifa como melhor jogador do ano, já havia sofrido uma lesão similar, no joelho direito, quando jogava pela Inter de Milão, em 2000. Ele se recuperou e foi o maior destaque na conquista do pentacampeonato brasileiro em 2002.

Tudo o que sabemos sobre:
RonaldoAC Milan

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.