'É difícil esquecer a forma como perdemos', admite Thiago Silva

Zagueiro e capitão da seleção brasileira na Copa do Mundo afirma que é preciso lidar com essa situação e 'esquecer gradualmente'

O Estado de S. Paulo

09 de agosto de 2014 | 19h46

O zagueiro e capitão da seleção brasileira na Copa do Mundo 2014, Thiago Silva, afirmou que ainda pensa na histórica goleada sofrida para a Alemanha, na semifinal da competição. A declaração do jogador brasileiro foi dada um mês depois da derrota no Mineirão.

"Eu penso no Paris Saint-Germain no momento, mas é difícil esquecer a forma como perdemos nas semifinais contra a Alemanha", disse o zagueiro, que voltou a campo na última sexta-feira, na rodada inicial do Campeonato Francês.

Na Copa do Mundo, Thiago Silva não estava presente durante a derrota por 7 a 1 para os alemães - o atleta havia recebido o segundo cartão amarelo nas quartas de final, na vitória por 2 a 1 sobre a Colômbia. Sem Thiago, Dante atuou ao lado de David Luiz na zaga brasileira.

"É difícil, mas você tem que lidar com essa situação e tentar esquecer gradualmente porque você tem que estar pronto mentalmente para vencer todos os jogos pelo PSG", frisou.

David Luiz, que estava em campo naquele dia, também lamentou a eliminação em casa. O zagueiro foi apresentado como novo reforço no PSG na última quinta-feira, na véspera do empate por 2 a 2 com o Reims.

No jogo válido pelo Campeonato Francês, Thiago Silva, que terá o companheiro da seleção ao seu lado no PSG, jogou por 90 minutos, apesar de sentir dores na coxa direita. "Tinha feito apenas três ou quatro treinos, mas trabalhei uma semana no Brasil com meu preparador físico. Confio nele e no treinador. Caso contrário, teria pedido para não jogar", finalizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.