Inter/Site oficial
Inter/Site oficial

Edenilson acredita em Flamengo 'cansado', mas pede atenção máxima no Beira-Rio

Equipes se enfrentam nesta quarta-feira, em Porto Alegre, pelo Brasileirão

Redação, Estadão Conteúdo

30 de abril de 2019 | 18h11

Há uma semana, Internacional e Flamengo entraram em campo com seus titulares para compromissos contra Alianza Lima, no Peru, e LDU, no Equador, respectivamente, pela Copa Libertadores. No sábado passado, com um time recheado de reservas, o clube gaúcho perdeu da Chapecoense, em Chapecó (SC), na estreia do Campeonato Brasileiro, e o carioca, com sua equipe principal, bateu em casa o Cruzeiro. Por conta desse desgaste maior do rival, o volante Edenilson acredita que o clube colorado pode levar alguma vantagem no duelo desta quarta-feira, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, pela segunda rodada, mas pede atenção.

"Pode ser uma vantagem, pois sabemos como desgasta a viagem e os jogos. Mas não dá para entrar fraco, achando que eles estarão cansados, senão eles atropelam a gente. Temos que entrar ligados desde o começo para aproveitar esse 'descanso' e dar o máximo para sair com a vitória", declarou Edenilson.

O resultado negativo dos reservas em Chapecó encerrou uma sequência de sete jogos sem derrotas do Internacional, incluindo dois clássicos contra o Grêmio pelas finais do Campeonato Gaúcho. O volante colorado minimizou o fato. "Nos preparamos bem. Começar com derrota é complicado, mas o Brasileiro é bom, pois no próximo jogo podemos reverter a situação. Vamos atrás da primeira vitória no campeonato", ressaltou.

Nesta terça-feira, no Beira-Rio, o técnico Odair Hellmann comandou o último treinamento antes da partida. Os zagueiros Victor Cuesta e Moledo participaram normalmente da atividade e devem ir para o jogo. O volante e capitão Rodrigo Dourado e o atacante peruano Guerrero, pelo segundo dia seguido, também treinaram.

Desta forma, o Internacional deve começar a partida com a seguinte escalação: Marcelo Lomba; Zeca, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenilson e Patrick; Sarrafiore, Nico López e Guerrero.

O goleiro Danilo Fernandes voltou a ser relacionado após nove meses. O jogador passou por uma cirurgia após romper o tendão do ombro direito, no dia 29 de julho, na vitória do Internacional sobre o Botafogo por 3 a 0, no Brasileirão do ano passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.