Divulgação/Inter
Divulgação/Inter

Edenílson admite surpresa com saída do vice-presidente de futebol do Inter

Volante elogia o trabalho de Roberto Melo e afirma que elenco não esperava a decisão da diretoria

Redação, Estadão Conteúdo

29 de novembro de 2019 | 14h46

O volante Edenílson não escondeu a surpresa nesta sexta-feira com a saída de Roberto Melo do cargo de vice-presidente de futebol do Internacional. O jogador elogiou o trabalho de reconstrução do clube gaúcho, a partir de 2017, sob o comando do agora ex-dirigente. Naquele ano, o Inter precisou disputar a Série B do Campeonato Brasileiro.

"Fomos pegos com certa surpresa. Mas é uma decisão superior. Não cabe a nós dizer se isso é bom ou ruim", declarou o jogador. "Roberto era um cara que estava aqui praticamente todos os dias acompanhando nosso dia a dia. Ele participou ativamente desse nosso processo de reconstrução de 2017 para cá. Era um cara que a gente tinha boa relação. Era um cara que nos ajudou bastante."

Melo deixou o seu cargo na quinta-feira, de forma inesperada. De acordo com o presidente Marcelo Medeiros, o então vice estava insatisfeito com a sequência recente do time. A equipe gaúcha não vence há três jogos. Na noite de quarta, foi derrotado pelo Goiás por 2 a 1, no Beira-Rio, em confronto direto na briga por uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores.

Questionado sobre esse momento difícil da equipe, Edenílson comparou o trabalho realizado por Odair Hellmann com o exercido atualmente pelo técnico Zé Ricardo. "A mudança sempre te dá algo diferente. Foi assim desde a primeira partida com o professor Zé Ricardo. A gente tentou implementar novas coisas, mas tivemos pouco tempo para treinar. É uma maneira de jogar diferente daquela utilizada pelo Odair. Éramos um time mais encaixado e mudamos para outra, que, às vezes, deu certo e em outras não."

O volante pediu um "acordo" geral entre todos os funcionários e jogadores do clube para confirmar a vaga na Libertadores, grande objetivo da equipe nesta reta final do Brasileirão. "Temos que entrar em um acordo todo mundo, conversar com o professor e corrigir os erros. É um grupo experiente e temos que fazer de tudo para alcançar essa vaga."

TREINO

Em preparação para o duelo com o Botafogo, sábado, no Engenhão, pelo Campeonato Brasileiro, o técnico Zé Ricardo fechou os portões no treino desta sexta-feira. Assim, definiu em segredo o substituto do meia D'Alessandro, desfalque certo no fim semana por cumprir suspensão - levou o terceiro cartão amarelo na rodada passada.

Sarrafiore, Neilton e Rafael Sóbis são os candidatos para ficar com a vaga do argentino na equipe titular. Sobis, por sinal, voltou a ficar à disposição do treinador após cumprir suspensão no jogo passado. O mesmo acontece com o volante Rodrigo Lindoso.

A provável escalação do Inter deve ter: Marcelo Lomba; Heitor, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenílson, Nico López, Sarrafiore (Neilton ou Sóbis) e Patrick; Guerrero.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.