Eder Luis cobra que Vasco saiba usar vantagem

Contra um Fluminense bem mais entrosado, o Vasco vai apostar na velocidade para avançar à final da Taça Guanabara. Os vascaínos têm a vantagem de jogar pelo empate na semifinal, sábado, às 18h30, no Engenhão. O atacante Eder Luis foi um dois poucos do elenco a admitir que o time vai jogar também "com o regulamento".

AE, Agência Estado

28 de fevereiro de 2013 | 19h45

"Sabemos que não podemos ficar só nisso, senão complica. Mas temos que saber usar. O Fluminense virá para cima e criará espaços para mim e os outros jogadores. Temos que aproveitar", disse o atacante.

O zagueiro Renato Silva brincou com a eficiência do atacante Fred, que segundo ele se posiciona muito bem. "Dá raiva dele. Você pensa que ele está morto, mas ele aparece vivo de novo. Parece que a bola tende a sobrar para ele. Então vamos tentar deixá-lo longe da área", disse.

Nesta sexta, o diretor executivo do Vasco, René Simões, reclamou da demora do Sporting Cristal (PER) em liberar o documento para inscrição do lateral esquerdo Yotún na CBF. "Precisamos desse documento para inscrever o Yotún na Taça Rio", disse Simões. O clube peruano alegou na semana passada que queria mais "garantias" antes de fazer a liberação, já que o Vasco teria demorado a quitar a primeira parcela.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoCampeonato Carioca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.