Gilvan de Souza/Flamengo
Gilvan de Souza/Flamengo

Ederson enfatiza gratidão após receber alta e projeta volta ao Fla

Meia passa por operação para a retirada de uma massa residual

Estadão Conteúdo

08 de dezembro de 2017 | 19h06

O meia Ederson, do Flamengo, projetou o retorno ao futebol após receber alta de uma bem sucedida operação para a retirada de uma massa residual, encontrada em uma sessão de quimioterapia pelo qual o jogador passou.

+ Por doping, Guerrero é suspenso por um ano e fica fora da Copa

O atleta havia se submetido a um procedimento cirúrgico para extirpar um tumor nos testículos, problema detectado em julho deste ano. Agora, ele comemorou a cura e demonstrou gratidão ao clube e à torcida pelo apoio em um dos momentos mais difíceis de sua vida.

"A palavra que vem agora é gratidão. Agradecer a Deus, que esteve comigo para eleger as pessoas mais capacitadas e mais bem preparadas para sair dessa situação. Sou muito grato ao Flamengo e aos doutores que fizeram um trabalho excepcional. Desde o começo, que é muito impactante, tive o apoio de muita gente, da minha esposa, meu filho, amigos. Os torcedores todos os dias me deram força e sou muito grato por isso. Eles me ajudaram a passar pelo momento mais difícil da minha vida", revelou o meia em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira, no Rio de Janeiro, ao lado da equipe médica do clube rubro-negro.

Ederson também demonstrou ansiedade por retornar aos gramados. "Espero ver num futuro breve minha volta ao trabalho, à rotina, aos gramados. Voltar a jogar futebol com um grande objetivo, mais do que nunca. Acho que esse foi sempre um dos grandes objetivos da minha vida: levar alegria às pessoas. Depois de tudo o que aconteceu, reforça isso ainda mais", complementou.

O médico Franz Campos demonstrou otimismo quanto ao quadro de Ederson e revelou que o período de recuperação deverá ser de três ou quatro meses. "Estamos na terceira grande batalha do tratamento dele e, agora, comemorando o sucesso de uma cirurgia que já era prevista por nós no início da patologia", explicou o médico.

O contrato de Ederson com o Flamengo termina no final de 2018, mas a expectativa é que a diretoria do clube rubro-negro procure o jogador para tratar da renovação do vínculo.

Tudo o que sabemos sobre:
Flamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.