Ederson se despede da torcida da Lazio e exibe alegria por usar a 10 de Zico

Novo reforço do Flamengo, o meia Ederson se despediu da torcida da Lazio, clube que defendeu nas últimas três temporadas do futebol europeu, com um texto em tom emotivo publicado no seu perfil no Instagram, rede social de compartilhamento de fotos. Ele apontou a conquista do título da Copa da Itália na temporada 2012/2013, quando a Lazio superou a Roma na decisão, como um dos maiores momentos da sua carreira.

Estadão Conteúdo

22 de julho de 2015 | 10h41

"Obrigado a todos que sempre estiveram perto de mim nesses últimos três anos. Garanto a vocês que eu dei o meu melhor, sempre com muito empenho, profissionalismo e seriedade, e isso eu posso confirmar com as pessoas que conviveram comigo no dia a dia. Nunca vou me esquecer dos momentos que tivemos juntos, sobretudo da vitória histórica da Copa da Itália no dia 26 de maio de 2013", escreveu.

Ederson lembrou que vai vestir a mítica camisa de número 10 do Flamengo, que era usada por Zico quando ele era um garoto. Até por isso, ele decidiu aceitar a oferta do clube carioca, embora garanta que nunca vai deixar de lado o carinho que possui pela Lazio.

"Estou ''voando'' para uma nova aventura, retornando, depois de tantos anos, para o meu país. Vou jogar no Flamengo com a camisa de número 10, que já pertenceu ao Zico, um mito da minha época de menino. De qualquer forma, eu deixo o meu coração nesta cidade belíssima", afirmou.

O jogador, porém, pouco atuou pela Lazio na última temporada, tanto que entrou em campo apenas quatro vezes, também atrapalhado por uma grave lesão na coxa esquerda.

Antes de jogar no time italiano, ele defendeu os franceses Nice e Lyon. Ederson também teve uma passagem pela seleção brasileira, convocado por Mano Menezes, em 2010, mas em sua única oportunidade sofreu uma lesão e deixou o campo após três minutos.

Ederson assinará contrato com o Flamengo até 2017. Ele chega ao Flamengo com a responsabilidade de ser o principal criador de jogadas, uma posição da qual o time carece desde a saída do meia Ronaldinho Gaúcho, em 2012.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoEdersonLazio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.