CBF/Brasil Futebol Expo
CBF/Brasil Futebol Expo

Edição 2022 da Brasil Futebol Expo terá curso de Fernando Prass e simulador de VAR

Congresso terá mais de nove mil vagas para congressistas, além de 200 palestrantes em 300 horas de conteúdo

Redação, O Estado de S.Paulo

13 de maio de 2022 | 17h05

A Confederação Brasileira de Futebol vai novamente realizar o congresso Brasil Futebol Expo após dois anos de hiato entre os dias 4 e 8 de setembro, no Espaço Pro Magno, em São Paulo. A segunda edição voltará a discutir o futebol especialmente fora de campo, abordando temas como negócios, comunicação e inovações.

O evento terá mais de nove mil vagas para congressistas, além de 200 palestrantes em 300 horas de conteúdo. Cursos, palestras e mesas redondas vão promover discussões do direito à medicina do esporte. A grade de programação do congresso, além da lista de convidados, serão divulgados na conta do Brasil Futebol Expo no Instagram.

Alguns nomes de palestrantes já estão confirmados. Ídolo do Palmeiras, Fernando Prass é um dos destaques do evento e dará o curso "A escola brasileira de formação de goleiros" no dia de 5 de setembro. Em entrevista ao Estadão em abril, Prass contou que realizou cursos e estágios na Europa e se disse pronto para virar gestor de futebol.

Outros palestrantes serão o diretor executivo de futebol do Flamengo, Bruno Spindel, o técnico da seleção brasileira masculina de futsal, Marquinhos Xavier, o diretor de futebol Alexandre Pássaro, ex-São Paulo e Vasco, o presidente da Global Lottery Monitoring, Ludovico Calvi, a gerente de futebol feminino do Fluminense, Amanda Storck, e a advogada especializada em esportes Danielle Maiolini.

A edição 2022 da Brasil Futebol Expo também terá a realização de torneios de e-sports em uma arena exclusiva. O espaço de entretenimento também vai contar com futmesa e novamente terá um simulador de VAR, em que será possível operar o árbitro de vídeo, como na edição anterior, em 2019.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.