Montagem/Estadão
Montagem/Estadão

Edição atual do Campeonato Espanhol é a mais disputada dos últimos 43 anos

Em 1971, Valencia, Barcelona e Atlético de Madrid estavam separados por um ponto após 21 jogos

O Estado de S. Paulo

27 de janeiro de 2014 | 18h56

SÃO PAULO - Os torcedores espanhóis precisaram esperar 43 anos para ver novamente uma acirrada disputa pelo título do Campeonato Espanhol envolvendo três times. Após 21 jogos, Barcelona, Atlético de Madrid e Real Madrid estão separados por apenas um ponto. A rodada deste fim de semana teve, inclusive, três líderes diferentes. Após vitórias dos três clubes, porém, o Barcelona manteve a primeira colocação, com 54 pontos, a mesma do Atlético. O Real, por sua vez, tem 53. 

O mesmo cenário ocorreu ao término da 21.ª rodada da edição disputada em 1970 e 1971. Na ocasião, Valencia - com 30 pontos -, Barcelona e Atlético, ambos com 29 pontos, lutavam pela primeira posição. O time de Valência bateu o Sporting Gijón por 1 a 0, mesmo placar da vitória do time catalão sobre o Espanyol. Já o Atlético de Madrid bateu o Elche por 4 a 0, fora de casa.

Na rodada seguinte, o Barcelona acabou derrotado pelo Real Madrid. Os rivais, contudo, venceram e abriram vantagem na ponta. O Campeonato Espanhol à época era disputado por 16 clubes, com 30 rodadas, em pontos corridos. Antes da última partida, o Valencia somava 43 pontos. Barcelona e Atlético, que se enfrentariam, tinham 42 e 41, respectivamente.

Fora de casa, o Valencia perdeu para o Espanyol. Com o resultado, o vencedor da partida entre Barcelona e Atlético conquistaria o tíltulo - a vitória valia apenas dois pontos. A partida, entretanto, terminou 1 a 1. Dessa forma, foi preciso recorrer ao primeiro critério de desempate para a definição do campeão. A partida disputada no dia 31 de outubro de 1970 deu o título ao Valencia, que bateu o Barcelona por 2 a 0 no Camp Nou. No returno, os times empataram por 1 a 1.

Neste ano, em caso de empate, o confronto direto também definirá o vencedor. Há duas rodadas, Atlético de Madrid e Barcelona ficaram no 0 a 0 no Estádio Vicente Calderón. Na última rodada do campeonato, os times voltam a se enfrentar, dessa vez em Barcelona. O Real enfrenta o arquirrival no dia 23 de março, em Madri. Já o clássico da capital será disputado no dia 1.º de março, no Vicente Calderón. 

LA CORUÑA

Em 1994, o Campeonato Espanhol também acabou decidido apenas na última rodada. Líder com 55 pontos - um a mais que o Barcelona -, o La Coruña precisava vencer o Valencia em casa para conquistar o título.

 

No Estádio Riazor, o time da casa não passou de um empate sem gols. No último minuto, o zagueiro sérvio Djukic desperdiçou um pênalti para o La Coruña, que contava com Bebeto no ataque. No Camp Nou, o Barcelona, com um gol de Romário, bateu o Sevilla por 5 a 2 e conquistou o tetracampeonato espanhol.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.