Edílson é dispensado pelo Cruzeiro

Depois de não aparecer em Belo Horizonte nesta sexta-feira, como havia combinado anteriormente, o atacante Edilson foi oficialmente dispensado pela diretoria do Cruzeiro. Irritado com a postura ?desprezível? do atacante, de 33 anos, o presidente do clube mineiro, Alvimar de Oliveira Costa, afirmou que, enquanto estiver no cargo, o jogador não veste mais a camisa cruzeirense.Edílson, que tinha assinado um pré-contrato com o clube mineiro, sequer chegou a se apresentar, adiando diversas vezes a data. Até que acabou a paciência dos dirigentes do Cruzeiro.Essa era a segunda vez que ele vestiria a camisa cruzeirense. A primeira foi no primeiro semestre de 2002, quando o time conquistou a Copa Sul-Minas. Mas, depois de ganhar o penta com a seleção que disputou o Mundial da Coréia/Japão, Edílson nem voltou para Belo Horizonte - seguiu para o Kashima Reysol, do Japão."Ele não merece vestir a camisa do Cruzeiro, pois não mostrou profissionalismo conosco. Houve um desrespeito e não ficaremos de braços cruzados", avisou o presidente do clube mineiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.