Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Edílson não teme agravar crise corintiana

O Vitória viajou para São Paulo com dois ex-jogadores do Corinthians buscando tirar suas "lasquinhas" do timão. O atacante Edilson quer o inédito título da Copa do Brasil para sua extensa coleção e não está preocupado em agravar a crise corintiana. "No ano passado fui vice com o Flamengo, persigo esse título faz tempo; vou entrar com força total e se tiver que aumentar a crise do Corinthians esse é o papel nosso", declarou, ponderando entretanto não haver "rivalidade" ou sentimento de vingança. "Se ganhar vai ter aquele gosto de ganhar para o antigo clube, de gozar com os ex-companheiros, mas fora isso mais nada".Já o volante Vampeta que não vai jogar devido a uma contusão decidiu acompanhar a delegação para dar apoio moral ao Vitória, mas também para cobrar uma antiga dívida junto a seu ex-clube. "Tenho muito amigos no Corinthians, mas tenho que receber o que está retido por lá", disse o mais novo cobrador do Timão. Dentro de campo ele acha que será um jogo duro para as duas equipes.O técnico Agnaldo Liz não tem mais qualquer dúvida para escalar sua equipe com Leonardo no ataque na vaga do expulso Obina, fazendo dupla com Edilson. Marcelo Silva entra no meio de campo no lugar do meia-atacante Magnum que está com um edema na coxa direita e será poupado. Depois da partida contra o Corinthians o Vitória segue para o Rio de Janeiro onde enfrenta no domingo o Fluminense pelo Campeonato Brasileiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.