Edílson rescinde contrato com o Flamengo

O atacante Edílson não vai atuar pelo Flamengo em 2004. O jogador, que se reapresentou nesta quinta-feira com quase duas semanas de atraso, acertou a rescisão contratual com a diretoria Rubro-Negra, abrindo mão de receber os dois meses de salário e o 13º. O motivo, segundo ele, foi o desgaste causado pelos acontecimentos da última semana. O atleta explicou que estava resolvendo problemas particulares e reiterou que só retornou após cumprir os 30 dias de férias. Edílson disse ter propostas de equipes brasileiras, mas não revelou nomes. Apesar do acerto tranqüilo para deixar o Flamengo, o jogador se irritou com a declaração do diretor-técnico do Rubro-Negro, Júnior. ?O Edílson não é mais o jogador de dois anos atrás". "Posso não ser para o Flamengo atleta de anos atrás, mas sou para outros times. O Júnior é uma pessoa inteligente, porém, deu uma declaração infeliz." Edílson chegou a comparar seu retrospecto no futebol com o de Júnior, quando este ainda atuava. "Eu tenho até um título que ele perseguiu que é a Copa do Mundo. Por isso não vou falar dele como jogador", disse. "Não tenho mágoa do Flamengo. Gosto do clube, conquistei muita coisa vestindo esta camisa. Tanto que abri mão de receber o que me deviam."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.