Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Edinho e Araújo festejam chegada ao Flu e miram títulos

Depois de treinarem pela manhã nas Laranjeiras, o volante Edinho e o atacante Araújo foram apresentados oficialmente, no início da tarde desta quarta, como novos reforços do Fluminense para a temporada de 2011. Os dois jogadores festejaram a chance de defender o atual campeão brasileiro, que neste ano voltará a disputar a Copa Libertadores da América.

AE, Agência Estado

19 de janeiro de 2011 | 15h35

"Foi uma negociação muito complicada comigo, mas deu certo. Estou muito feliz em estar no Flu e espero ser muito feliz e conquistar muitos títulos. Tenho muito alegria, apesar de tanta luta para tentar finalizar a negociação. Tentamos desde o ano passado e não conseguimos, mas este ano deu certo. Fui muito bem recebido por todos e vou fazer o máximo para retribuir este carinho", afirmou Araújo, que estava atuando pelo Al-Gharafa, do Catar.

Edinho, por sua vez, tentará ajudar o Fluminense a buscar novas taças depois de uma passagem frustrante pelo Palmeiras. Nesta quarta, ele apontou os motivos que o fizeram aceitar a proposta do time carioca. "Acho que foi um conjunto. Disputar a Libertadores é importante e temos um patrocinador forte que faz com que o clube seja forte e trabalhar com o Muricy (Ramalho) que é excelente. Tomara que este ano seja de coisas boas e de muitas ambições. Tomara que consigamos muitos títulos", projetou o volante, que já foi campeão da Libertadores e do Mundial de Clubes da Fifa com a camisa do Internacional, em 2006.

Araújo, por sua vez, também festejou a chance de poder ser comandado pelo técnico mais vitorioso do futebol brasileiro nos últimos anos. "Vai ser um prazer trabalhar com o Muricy, pois a responsabilidade do Flu é muito grande, mas vamos nos dedicar muito certamente para chegar sempre ao lugar mais alto. O Muricy foi importante e claro que participar da Libertadores é importante, mas o grupo é muito forte e isso nos chama a estar junto de todos e querer estar no Fluminense", destacou o atacante.

Araújo ainda comentou o fato de que chega a um elenco que já conta com atacantes do peso de Emerson e Fred como titulares, além do reserva Rodriguinho como boa opção ofensiva. "Não chego para competir, mas para somar. Isso que faz um grupo forte e competitivo. Quero ajudar a equipe quando precisarem de mim sempre. Não cheguei para brigar por nada, mas para ajudar o grupo a vencer. Me parecem muito bons jogadores e que querem estar sempre em cima. Vamos buscar sempre o nosso melhor para dar o máximo e quem for jogar vai poder dar conta do recado", discursou Araújo, que acredita que "em breve" já estará pronto para jogar.

Já Edinho admitiu que precisará de um tempo maior para poder atuar pelo clube. "Na pré-temporada treinei muito pouco, só uns dois ou três dias. Acredito que em duas ou três semanas estarei pronto para poder jogar novamente. Espero o mais rápido possível", disse o volante, que nasceu em Niterói (RJ) e destacou o fato de estar realizando um sonho de criança ao fechar com o Fluminense.

"Tenho um avo falecido que fez parte da minha criação e é tricolor doente. Estou realizando um sonho não só meu, mas da minha família em vestir a camisa do Flu. Estou muito feliz em vestir a camisa do Flu", revelou Edinho, lembrando que iniciou a sua carreira profissional no futebol carioca.

"É uma meta a mais para mim jogar no Rio. Jogava no Barreira, que agora é o Boavista, e sonhava em vestir a camisa do Flu. Queremos fazer um grande ano nas competições difíceis que temos para disputar e tomara que sejamos felizes."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.