Edmílson é apresentado e já quer jogar na quinta-feira

Apresentado oficialmente pelo Palmeiras nesta segunda-feira, o zagueiro e volante Edmílson diz que está em plena forma e disposto até mesmo a jogar na quinta-feira contra o Real Potosí, no Palestra Itália, estreia da equipe na Libertadores."Se eu não tivesse condições físicas de jogar, e não tivesse mais motivação, eu ficaria lá na Europa, tranquilo, cumpriria meu contrato até o fim. Mas estou voltando porque tenho objetivos na vida, quero voltar à seleção para jogar mais uma Copa do Mundo", afirmou o jogador de 32 anos, que foi titular do Brasil na conquista do pentacampeonato mundial, na Copa de 2002, e acabou cortado às vésperas do Mundial de 2006 por causa de uma contusão.Edmílson disse que aceitou jogar no Palmeiras por causa do projeto apresentado a ele pelo técnico Vanderlei Luxemburgo. "O clube mostrou um interesse muito grande por mim, ofereceu um contrato de dois anos, então estou muito feliz por chegar aqui e espero agradar todos", afirmou o jogador, que disse não ter preferência por jogar como zagueiro ou volante. "Procuro me adaptar à escolha do treinador, o Vanderlei que vai escolher."Revelado no São Paulo, Edmílson deixou o futebol brasileiro em 2000, indo para o Lyon. Foi três vezes campeão francês e ficou por lá até 2004, quando se transferiu para o Barcelona, onde conquistou dois títulos espanhóis e a Liga dos Campeões de 2006. Em julho do ano passado foi para o Villarreal, onde teve poucas chances e decidiu voltar ao Brasil. "Sou bastante convicto nas coisas que faço e tenho certeza de que vai dar tudo certo", declarou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.