Edmílson fratura cotovelo e fica 60 dias afastado

O Palmeiras teve uma péssima notícia na noite desta quarta-feira. O zagueiro Edmílson fraturou o cotovelo direito na partida contra o Sport e desfalcará o clube por cerca de 60 dias. A informação foi confirmada pelo técnico Vanderlei Luxemburgo após o empate por 1 a 1 no Palestra Itália, válido pela Copa Libertadores.

AE, Agencia Estado

15 de abril de 2009 | 22h36

"Infelizmente perdemos o Edmílson", lamentou Luxemburgo. "Ele ainda fará exames detalhados, mas já nos informaram que foi uma fratura no cotovelo. Essas coisas fazem parte do futebol e agora temos de buscar um substituto."

Edmilson perderá as finais do Campeonato Paulista e os últimos jogos na Libertadores. O jogador deixou o campo logo no começo do segundo tempo diante do Sport, depois de se machucar e sentir muitas dores no braço.

Neste sábado, o Palmeiras disputa uma vaga na final do Paulistão com o Santos. O time precisa vencer para avançar. Pela Libertadores, o clube está em situação complicada e precisa ganhar os dois últimos jogos pela fase de grupos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasEdmílsoncontusão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.