Edmundo ajuda Vasco a vencer São Paulo

O duelo entre os atacantes Luís Fabiano e Edmundo foi emocionante. O são-paulino voltou após três rodadas e cumpriu sua missão ao marcar dois gols. Mas quem saiu vitorioso foi o vascaíno, que fez um gol, deu passe para outro e ajudou seu time a vencer por 3 a 2, em São Januário. A derrota, embora não tire o São Paulo da 3.ª colocação do Campeonato Brasileiro, o deixa mais longe do Santos, que tem 54 pontos, 4 a mais. Perder para o Vasco no Rio não é resultado fora do normal. Mas a equipe carioca tem elenco limitado e faz fraquíssima campanha na competição. Esperava-se atuação melhor dos paulistas, que há semanas não conseguem convencer, apesar de estarem se mantendo em boa posição na tabela. O esquema tático de Roberto Rojas, com três zagueiros e três volantes sem boas condições técnicas, começa a ser manjado pelos adversários. É raro sair uma boa tabela no meio-de-campo. Leonardo Moura, que seria uma alternativa de ataque pela direita, pouco fez na partida. Fabiano, pela esquerda, foi um pouco melhor. Quem, porém, conseguia assustar os rivais era apenas Luís Fabiano. Na primeira etapa, o São Paulo não criou chance de gol. O Vasco teve três e numa delas, pouco antes do intervalo, abriu o placar. Edmundo passou para Beto, que tocou na saída de Rogério Ceni. O time paulista voltou um pouco mais ousado, com Gustavo Nery, que iniciou o jogo como zagueiro, na meia. Não demorou para chegar ao empate. O gol surgiu com Luís Fabiano, em cobrança de pênalti duvidoso. O Vasco, contudo, era mais audacioso e fez 2 a 1 com Henrique, em posição bastante duvidosa. O São Paulo voltou a empatar, de novo com Luís Fabiano, mas Edmundo garantiu os 3 pontos para os cariocas. No fim, Rojas pôs Diego Tardelli no lugar de Luís Fabiano, contudido, além de Fábio Santos e Aílton. Só que demorou demais para fazer as alterações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.