Edmundo comanda vitória do Palmeiras sobre o Marília

Quem não tem Valdivia, vai de Edmundo. Este foi o lema do Palmeiras para bater o Marília por 3 a 2, neste sábado, no Palestra Itália, pela 15.ª rodada do Campeonato Paulista.Com a vitória, o time do técnico Caio Júnior chegou a 28 pontos e chegou provisoriamente à terceira posição, logo à frente do São Caetano, que tem 27 pontos e no domingo enfrenta o vice-líder São Paulo. O Marília segue com 19 pontos, em 12.º.Sem poder contar com Valdivia, que defendeu a seleção chilena contra o Brasil, também neste sábado, o Palmeiras apostou suas fichas no talento de Edmundo. E não se arrependeu. Depois de sofrer algum tempo com os erros de passe, o time marcou logo que corrigiu o problema. Aos 17, Edmundo fez grande passe para Willian na área. O atacante se ajeitou e bateu cruzado para fazer 1 a 0.O gol deu tranqüilidade ao Palmeiras. Até demais. O time relaxou e cedeu o empate aos 31, quando Fabiano Gadelha fez boa jogada pela direita e cruzou rasteiro. Na tentativa de cortar, o zagueiro David acabou desviando e marcando o seu segundo gol contra no Paulistão.Mostrando que realmente tinha o domínio do jogo, o Palmeiras não demorou muito para voltar a liderar o placar. Aos 35, Osmar recebeu na entrada da área e rolou para Edmundo, que bateu firme, no canto direito do goleiro.O Palmeiras poderia até mesmo ter resolvido de vez o jogo ainda no primeiro tempo. Aos 41, Michael fez boa jogada ela esquerda e cruzou para Osmar, que desviou de perna direita para o gol. Mas o árbitro Paulo Cesar de Oliveira anulou, alegando um impedimento inexistente.Se o jogo foi tranqüilo para o Palmeiras no primeiro tempo, no segundo foi bem diferente. Aos 24, o ex-palmeirense Basílio recebeu na área, matou no peito e bateu bonito para empatar para o Marília.O panorama poderia ter desandado de vez um minuto depois, quando o mesmo Basílio recebeu na frente e bateu firme na saída de Diego. Para alívio dos palmeirenses, a bola foi no travessão.Sorte da torcida que ainda havia Edmundo, em noite inspirada. Aos 31, depois de bate rebate na área, o meia-atacante ajeitou de cabeça para Michael, que bateu cruzado para fazer 3 a 2.Na próxima rodada, o Palmeiras enfrenta o América, em São José do Rio Preto, na quinta-feira. Na véspera, o Marília visita o Rio Claro.PALMEIRAS 3 x 2 MARÍLIAPalmeiras - Diego Cavalieri; Wendel, Edmilson, David e Valmir; Pierre, Martinez, Michael (Dininho) e Edmundo; Willian (Marcelo Costa) e Osmar (Florentin). Técnico: Caio Júnior.Marília - Júlio César; Dedimar (Basílio), Leandro Camilo e Rogério; Rafael Mineiro, Fernando, Max Carrasco, Camilo (Jean) e Alex Brás; Fabiano Gadelha e Wellington Silva. Técnico: Lori Sandri.Gols - Willian, aos 17, Edmilson, aos 20, e Edmundo, aos 35 minutos do primeiro tempo. Basílio, aos 24, e Michael, aos 31 minutos do segundo tempo. Árbitro - Paulo Cesar de Oliveira. Cartões amarelos - Dedimar, Fabiano Gadelha, Wellington Silva, Edmilson. Renda - não disponível. Público total - 15.221. Local - Estádio Palestra Itália, em São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.