Edmundo deve ficar um mês parado

O atacante Edmundo corre o risco de ficar até um mês sem jogar. Ele deixou o gramado na vitória do Fluminense sobre a Cabofriense, na noite de quinta-feira, reclamando de dores musculares. E, nesta sexta, após um exame de ressonância magnética, ficou constatado um estiramento.Segundo o médico Michel Simoni, o jogador já começou a fazer tratamento intensivo. "Ainda é difícil fazer uma previsão. O Edmundo tem um comportamento clínico muito bom. Mas acho que ele só deve voltar em quatro semanas", revelou.Já Romário ainda tem chances de jogar domingo, no clássico com o Flamengo. Depois de sentir dores no joelho durante o treino de quarta-feira, ele não enfrentou a Cabofriense na quinta e será reavaliado neste sábado, para saber se terá condições de entrar em campo.

Agencia Estado,

30 de janeiro de 2004 | 18h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.