Edmundo é o prejudicado com anulações

Edmundo é um dos que têm mais motivos para lamentar a anulação dos jogos arbitrados por Edílson Pereira de Carvalho. O veterano atacante arrasou, na vitória do Figueirense por 4 a 1 sobre o Juventude, ao marcar três gols, no dia 24 de julho, e até foi ?criticado? pelo ex-juiz porque prejudicou o esquema dos apostadores. Com a canetada de Luiz Zveiter o jogo deixou de existir e seus gols viraram fumaça. Assim, cai pela metade a produção de Edmundo no Brasileiro - ele fica com apenas três no total.Edmundo, contudo, não foi o único a ser prejudicado.Giovanni, Michel Bastos, Fred, Amoroso e Tuta também amargaram a perda de dois gols cada com a anulação das 11 partidas.Romário, que já teve um gol cancelado com a anulação, na primeira rodada, da partida entre Vasco e Brasiliense, lamenta mais um anulado, já que Edilson apitou a vitória vascaína sobre o Figueirense no dia 7 de agosto.Assim, os principais artilheiros do Campeonato Brasileiro ficam sendo: 18 gols - Róbson (Paysandu); 16 gols - Marcinho (Palmeiras) e Alex Dias (Vasco); 14 gols - Gabriel (Fluminense) e Borges (Paraná); 12 gols - Souza (Goiás); 11 gols - Alex Alves (Botafogo), Tevez (Corinthians), Tuta (Fluminense), Rafael Sobis (Internacional) e Kahê (Ponte Preta); 10 gols - Fred e Kelly (Cruzeiro), Michel Bastos (Figueirense) e Rinaldo (Fortaleza).

Agencia Estado,

02 de outubro de 2005 | 20h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.