Edmundo e Valdivia voltam a jogar juntos após 2 meses

Dupla esteve separada por causa de lesão do atacante e convocação do meia para a seleção chilena

Juliano Costa, do Jornal da Tarde,

24 de julho de 2007 | 20h13

No confronto com o Vasco, nesta quarta-feira, completam-se exatos dois meses da última partida em que Valdivia e Edmundo começaram juntos no time titular do Palmeiras. Foi no empate sem gols com o São Paulo, em 25 de maio. De lá para cá, o meia chileno andou ausente, jogando a Copa América da Venezuela. Já o atacante andou suspenso (dois jogos) e depois machucado (quatro).  Ele ainda ficou as duas últimas partidas na reserva - Santos e Paraná.No jogo contra o Vasco, Edmundo volta a ser titular e todos esperam da dupla uma boa atuação no Palestra Itália. Principalmente o técnico Caio Júnior. "O Edmundo tem o perfil de jogador que chama a responsabilidade num jogo como esse. Ele e o Valdivia podem fazer a diferença", disse o comandante.O atacante de 36 anos está com fome de bola. Não marca desde 13 de maio, quando fez dois gols na vitória por 4 a 2 sobre o Flamengo, na estréia do Palmeiras no Brasileiro, no Maracanã. Ainda assim, é o artilheiro do time no ano, com 14 gols. Caio diz que confia em Edmundo, mas avisa que o veterano não tem status de titular absoluto: "Ele é como os outros."Para o confronto com os cariocas, Caio Júnior vai começar a fazer um rodízio no setor ofensivo. Com inúmeras opções, o comandante alviverde ainda não encontrou a melhor formação. Na partida desta quarta, ele resolveu sacar Luiz Henrique e Rodrigão - que atuaram como titulares na derrota para o Paraná (1 a 0) -, e escalar Edmundo e Max. "Não há titular absoluto no Palmeiras. Tenho dado oportunidades para todos. Se eu deixar só dois efetivados, os outros não terão chances", comentou o treinador. "Gosto de ter no banco jogadores que possam entrar e mudar o panorama de uma partida."Sem poder contar com Dininho, suspenso, Caio Júnior deve optar pela entrada do zagueiro David, que estava com a seleção sub-20 no Mundial da categoria, no Canadá. Mas deixou em aberto a possibilidade de mudar o esquema, com a entrada do volante Makelele.ArbitragemO diretor de futebol Savério Orlandi formalizou nesta terça-feira, na Federação Paulista de Futebol, um protesto contra a arbitragem do último jogo contra o Paraná, quando o assistente Marrubson de Melo Freitas anulou um gol legítimo de Valdivia. Os palmeirenses se sentem perseguidos pela arbitragem - já haviam reclamado de erros dos juízes nos jogos contra Grêmio e Santos.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasValdiviaatacante Edmundo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.