Edmundo próximo do Verdy Tokyo

O destino do atacante Edmundo, ex-Cruzeiro, deve ser mesmo o Japão, segundo seu advogado, Luiz Roberto Leven Siano. Ele disse nesta quinta-feira que o artilheiro negocia sua transferência para o Verdy Tokyo. "Está quase tudo acertado, mas têm outros clubes que disputam seu passe", disse. A Agência Estado tentou contato com o jogador, mas ele não retornou a ligação.Siano informou que as negociações estavam sendo dificultadas, pois o Cruzeiro ainda não havia comunicado a dispensa ao atleta, o que somente aconteceu na quarta-feira. Como na briga com o Vasco o atacante obteve provisoriamente seu passe na Justiça, ele está livre para negociar a transferência para qualquer outro clube.A rusga com o Cruzeiro promete ser longa. Afinal, de acordo com Siano, além de não receber o salário de setembro, Edmundo tem direito a multa contratual rescisória, cerca de US$ 100 mil (valor correspondente a um mês de seu salário). O presidente cruzeirense, Zezé Perrela, se recusa a pagá-la, pois afirma que o jogador "não teve profissionalismo com o clube".Siano nega que Edmundo tenha sido antiético com o Cruzeiro e fez sérias acusações contra o clube, ao revelar "os verdadeiros motivos de sua saída". O advogado explicou que, desde que o jogador se recusou a receber parte de seus salários como direito de imagem, as divergências com a diretoria começaram.Fraude - Segundo ele, é prática da diretoria cruzeirense "fraudar títulos públicos e previdenciários, cometendo crimes também contra a Receita Federal". O advogado afirmou que o clube mineiro criou uma cooperativa, a "Gol", para cuidar da venda de imagem dos jogadores. "O Edmundo não poderia participar disto. Este foi o motivo de ele romper com o Vasco. Vamos entrar na Justiça Cível, Trabalhista e Criminal", prometeu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.