Edmundo quer R$ 23 milhões do Vasco

O advogado do atacante Edmundo, Luis Roberto Leven Siano, confirmou nesta quinta-feira que já entrou com duas ações na Justiça contra o Vasco. E ele ainda vai encaminhar outras no futuro. O atleta cobra o pagamento dos salários atrasados, 13º, Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), além do acordo com o presidente Eurico Miranda para sanar a dívida que o clube tinha com Edmundo. No total, o Vasco poderá ter de pagar R$ 23 milhões. "Temos a expectativa de vitória. Caso isto ocorra, vamos avaliar o patrimônio do Eurico, do José Luís Moreira (vice-presidente de Futebol) para recebermos o dinheiro", afirmou Leven Siano, garantindo que os bens do clube também podem ser utilizados caso os de Eurico e Moreira não sejam suficientes para sanar a dívida. Com relação ao time, o técnico Geninho comandou um coletivo nesta quinta-feira em que os titulares venceram os reservas por 4 a 2. O time atuou com três atacantes: Anderson, Valdir e Donizete. O treinador, porém, ainda não confirma o esquema para a estréia no Campeonato Carioca contra a Portuguesa, no dia 24 ou 25.

Agencia Estado,

15 de janeiro de 2004 | 19h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.