Edmundo vê Vasco marcar 6 no Goiás

Na tarde em que o atacante Edmundo foi apresentado à torcida, o Vasco sofreu, mas conseguiu vencer o Goiás, por 6 a 4, em São Januário, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. O meia Marcelinho Carioca foi, novamente, o destaque do time vascaíno, marcando dois gols e participando de outros. Com o resultado, o Vasco manteve uma invencibilidade de 200 dias no estádio. Edmundo chegou a São Januário de helicóptero e a torcida o recebeu com o tradicional grito de "Ah! É Edmundo!" Muito emocionado e vestindo a camisa do Vasco, o jogador assistiu à partida da sala da presidência e não falou com a imprensa. Nesta segunda-feira, às 11 horas, ele concede entrevista coletiva. Esta é a quarta vez que Edmundo vai atuar no time vascaíno. Logo aos 4 minutos, o lateral-direito Russo fez boa jogada e rolou para Souza abrir o marcador para o Vasco. O gol no início do jogo, porém, não significou uma pressão vascaína. O Vasco só voltou a assustar o goleiro Harley aos 17, quando Marcelinho cobrou escanteio e o mesmo Souza desperdiçou. A partir daí, o Goiás dominou a partida. Numa bela tabela, Araújo tocou de calcanhar para Caíco, que chutou para ótima defesa de Fábio. O goleiro vascaíno transformava-se no melhor jogador em campo, evitando o gol da equipe goiana. Até que, aos 30 minutos, Dimba deu um passe de letra para Araújo, que empatou o jogo. Mas a comemoração não durou muito tempo. Aos 32, Marcelinho cobrou falta e colocou o Vasco na frente no placar. No segundo tempo, a forte chuva que caiu no estádio não evitou que a partida fosse bem disputada. O Goiás voltou disposto a reverter o placar e conseguiu virar o marcador em apenas seis minutos. Primeiro com Dimba, chutando de fora da área. Depois com o zagueiro Fabão, em cobrança de falta. A bola acabou desviando na barreira, enganando o goleiro Fábio. Quando tudo caminhava para uma vitória do Goiás, Caíco foi expulso. Ele fez duas faltas seguidas e acabou recebendo cartão vermelho. A expulsão desarticulou o meio-de-campo goiano. O Vasco aproveitou e fez três gols em 15 minutos. Primeiro, Wescley após cobrança de escanteio de Marcelinho. Depois com Cadu, aproveitando cruzamento de Danilo. Por fim, em belo contra-ataque, Léo Lima tocou para Ânderson ampliar a vantagem. Aos 43 minutos, Bruno Lazaroni fez pênalti em Marabá. Dimba bateu e descontou. Mas, aos 48, Marcelinho, novamente em cobrança de falta, voltou a marcar para o time vascaíno, dando números finais ao jogo. Ficha Técnica: Vasco: Fábio; Russo, Alex (Wescley), Wellington Paulo e Edinho (Ânderson); Rogério Corrêa (Danilo), Bruno Lazaroni, Léo Lima e Marcelinho Carioca; Cadu e Souza. Técnico: Antônio Lopes. Goiás: Harley; Cléber (Gustavo), Fabão, Renato e Leandro (Vando); Josué, Marabá, Caíco e Danilo; Araújo e Dimba. Técnico: Candinho. Gols: Souza aos 4, Araújo aos 30 e Marcelinho Carioca aos 32 minutos do primeiro tempo. Dimba a um minuto, Fabão aos 6, Marcelinho aos 18, Cadu aos 27, Ânderson aos 30, Dimba aos 43 e Marcelinho aos 48 do segundo tempo. Árbitro: Anselmo da Costa (SP). Cartão amarelo: Danilo, Leandro, Caíco, Cadu, Russo e Marabá. Cartão vermelho: Caíco. Local: São Januário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.