Nelson Perez/Divulgação
Nelson Perez/Divulgação

Edson admite proposta e pede definição de seu futuro no Fluminense

O jogador do São Bernardo tem contrato até o dia 15 de abril e o clube carioca tem prioridade para exercer o direito de compra

Estadão Conteúdo

21 de janeiro de 2015 | 18h00

A paciência do volante Edson com o Fluminense está acabando. O jogador tem contrato até o dia 15 de abril e o clube tem prioridade para exercer o direito de compra junto ao São Bernardo, com valor fixado em R$ 1,2 milhão. Só que até agora, nenhum dirigente carioca solucionou o caso, o que está deixando o atleta impaciente. Ele admitiu ter recebido uma proposta durante as férias e pediu mais rapidez da diretoria.

"Teve sim (proposta), mas nem gosto de falar muito. Estou feliz no Fluminense, procuro fazer o melhor. Se for sair, saio pela porta da frente. Vou ser sincero. Se tem uma boa proposta e ela é boa para você e para o clube, você sai. Faltam poucos meses para o meu contrato acabar, apenas quatro. Tenho que me programar, saber o que o Fluminense quer. Vou deixar acontecer, mas gostaria de uma definição o mais rápido possível", declarou.

Em dezembro, o Corinthians apareceu como interessado no jogador, mas o Fluminense garantiu que faria uso da opção de compra para ficar com ele. Mas desde então, nada foi feito. Ainda assim, Edson não esconde o carinho pelo clube, onde chegou em abril do ano passado, e se disse pronto até para a nova realidade nas Laranjeiras, agora sem a parceria com a Unimed.

"Estou muito feliz no Fluminense. É um momento maravilhoso. Cheguei com muita desconfiança, o que é normal. Aos poucos fui conquistando a confiança de todos, deixando lembranças boas", disse. "É uma nova realidade. Confiamos em todos que estão aqui no Fluminense e vamos fazer de tudo para o clube conquistar títulos esse ano."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminenseEdson

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.