Edu Dracena aprova esquema ofensivo no Santos

Edu Dracena gostou do treino comandado por Dorival Júnior nesta quinta-feira. O zagueiro acha que o Santos deve ser ofensivo para o confronto de domingo contra o São Paulo, pela semifinal do Campeonato Paulista. Assim, aprovou a utilização de Robinho, Neymar e André no ataque, além de Paulo Henrique e Marquinhos na armação.

AE, Agência Estado

08 de abril de 2010 | 19h39

Para o zagueiro, precisa se preocupar é quem está do outro

lado. "De repente, o nosso ataque pode ser a melhor defesa porque obriga o adversário a se defender mais. E, mesmo contra o time menos vazado do campeonato, nossos atacantes vão fazer gol. Já roemos o osso e agora vamos comer a carne", afirmou.

O mais importante para ter uma boa marcação, segundo opinou Dracena, é ter uma rápida recomposição. "Dorival vem enfatizando bastante quanto à importância da recomposição do sistema defensivo após a perda da bola. Não adianta escalar três ou quatro volantes e depois não ter ninguém para atacar", argumentou.

Mesmo otimista, o zagueiro acredita que o São Paulo será um adversário complicado. "É um time que vem numa crescente, tanto na Libertadores como no Paulista. Por isso, acredito que vão ser dois grandes jogos e espero que o Santos vença."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.