Edu Dracena diz que derrota do Santos foi injusta

O zagueiro Edu Dracena lamentou a derrota do Santos neste domingo para o Palmeiras, por 4 a 3, principalmente por achar que a equipe teve uma boa atuação. Para ele, o resultado não refletiu o que ocorreu no confronto.

AE, Agencia Estado

14 de março de 2010 | 21h12

"Pelo que a gente criou, realmente precisamos lamentar pelo resultado. Mas não vamos abaixar a cabeça. Nem sempre o que joga mais sai vitorioso e não é uma derrota que vai mudar tudo o que estamos fazendo", comentou Dracena.

Para o zagueiro, os jogadores mais jovens não irão se abalar com a derrota. "Nosso time tem jogadores jovens, mas experientes, que já passaram por muitas dificuldades. Vamos aprender com os erros desta partida", garantiu.

Assim como o técnico Dorival Junior, que detonou Antonio Rogério Batista do Prado, Edu Dracena também criticou o árbitro. "Ele deixou a desejar. Os atletas palmeirenses fizeram muitas faltas, e isso acaba estragando o espetáculo. Mas não posso deixar de reconhecer o mérito do Palmeiras", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.