José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão

Edu Gaspar defende Tite no Corinthians e não vê Mano como sombra

Gerente de futebol garante permanência do técnico e elogia trabalho desenvolvido no clube

VÍTOR MARQUES, Agência Estado

20 de setembro de 2013 | 18h17

SÃO PAULO - O gerente de futebol do Corinthians Edu Gaspar defendeu nesta sexta-feira a permanência de Tite no comando da equipe, apesar da sequência de resultados ruins - já são cinco jogos sem vitória. Além disso, ele garantiu que Mano Menezes, agora livre no mercado após se demitir do Flamengo na quinta, não faz sombra ao atual técnico.

"Agora não é sombra (o Mano), e até porque não tem só o Mano Menezes no mercado, tem Abel Braga, até há pouco tempo tinha o Muricy (Ramalho, contratado pelo São Paulo). Estamos contentes com o trabalho do Tite."

Para Edu, os dois próximos jogos, contra Cruzeiro e Portuguesa, são decisivos, mas ele não acredita que, em caso de derrotas, Tite peça demissão. "Creio que não (pedido de demissão), eu apreendi que o desgaste vem quando pessoas perto de você não são bem-vindas, quando se tem um grupo que não se dá bem, não vejo desgaste (do elenco) em relação a ele."

A sexta-feira foi tranquila no CT. Tite comandou um rachão. E o presidente Mário Gobbi assistiu a tudo na beira do gramado, tentando provar que está ao lado do treinador. O técnico, porém, preferiu dar entrevista coletiva somente na manhã deste sábado, quando ele terá a definição do time que enfrenta o Cruzeiro no domingo, no Pacaembu. A dúvida está na lateral direita. Alessandro, que se recupera de contusão, pode voltar ao time. Guerrero está fora, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansEdu GasparTite

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.