Eduardo Baptista aguarda recuperação de jogadores para definir Ponte Preta

No próximo domingo, alvinegro recebe o Internacional, no Moisés Lucarelli

Estadão Conteúdo

19 de julho de 2016 | 20h27

A Ponte Preta se reapresentou nesta terça-feira após a derrota para o Santos por 3 a 1, no domingo, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. E para tentar reagir na competição, o técnico Eduardo Baptista se vê obrigado a mexer na equipe.

"Não podemos só lamentar a falta de jogadores por cartões ou lesões. Mas eu mantenho minha disposição de evitar mudanças drásticas, que acabam afetando o rendimento" disse o treinador nesta terça-feira.

Cauteloso, ele prefere esperar até o treino final de sexta-feira para definir a equipe que entrará em campo contra o Internacional, domingo, às 16 horas, no estádio Moisés Lucarelli, pela 16.ª rodada do Brasileirão. O time gaúcho não vence há seis jogos, com uma sequência de cinco derrotas. Ocupa o 11.º lugar, com 20 pontos. A Ponte tem 23 pontos e está em sétimo.

Entre as dúvidas, o mia Thiago Galhardo fez treinos especiais com bola e pode reaparecer. O lateral-direito Jeferson e o atacante Felipe Azevedo, no entanto, ficaram no departamento médico. O primeiro com uma lesão no músculo posterior da coxa direita e o outro em recuperação de uma entorse no tornozelo direito.

O time reserva fez um jogo-treino contra o Independente de Limeira, que disputa a Copa Paulista, e goleou por 5 a 0. Nesta terça-feira, a Ponte apresentou oficialmente os volantes Wendel, ex-Goiás, e Maycon, de 19 anos, emprestado pelo Corinthians. Os dois foram contratados na última quinta-feira e estrearam como titulares na derrota para o Santos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.