Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Eduardo Baptista mantém rodízio no Palmeiras contra o Audax

Técnico, contudo, promete manter a 'espinha dorsal' da equipe neste sábado

Nathalia Garcia, O Estado de S.Paulo

23 de março de 2017 | 13h52

O técnico Eduardo Baptista tem apenas dois dias para preparar a equipe do Palmeiras para o próximo compromisso do Campeonato Paulista, e o elenco volta às atividades na tarde desta quinta-feira, na Academia de Futebol. Para o jogo contra o Audax, no sábado, o rodízio de jogadores do time de melhor campanha do Estadual deve continuar. 

"A gente ainda pensa em dar oportunidades, mas sem quebrar a espinha dorsal, sem colocar 11 (jogadores) diferentes. Temos como mexer um pouquinho para dar rodagem à equipe, mas vamos tentar desenhar uma espinha para não perder a referência também", explica

Com a volta de Vitor Hugo, fora da última partida pela suspensão do TJD após cotovelada no corintiano Pablo, o zagueiro Edu Dracena será poupado do próximo compromisso. "Edu vive um momento físico e técnico importantíssimo, mas para sábado preciso dar um descanso para meu velhinho", brincou Baptista. 

O defensor só foi escalado para o jogo contra o Mirassol por falta de peças de reposição, com a convocação de Mina pela seleção colombiana para as Eliminatórias da Copa. "Conversei com ele depois do jogo do Santos, pedi para que fizesse muito mais em termos de recuperação porque eu ia precisar dele. Sábado é hora de ele dar uma descansada para que, na outra semana, já esteja pronto para nos ajudar novamente", disse o treinador.

Eduardo Baptista deve ganhar mais opções para o meio-campo. Tchê Tchê e Arouca, que estavam relacionados para o jogo no Allianz Parque, acabaram cortados pouco antes da partida por sentirem desconforto muscular na véspera. " Não queria trazer ninguém para cá que não estivesse 100%, a gente decidiu cortá-los", justificou.

A preocupação com a condição física do volante não é novidade. Arouca entrou na lista de inscritos do Campeonato Paulista apenas no início do mês, depois da lesão sofrida pelo zagueiro Thiago Martins e precisa ganhar ritmo de jogo. Na pré-temporada, realizou um trabalho separado do grupo para se recuperar de uma operação no tornozelo direito.

"Arouca vem de um período de recuperação, não participou da pré-temporada com o grupo. Ele sente falta. Não houve lesão, assim como o Tchê Tchê, foi um desconforto. Acredito que ele já esteja apto para o próximo jogo", projetou.

 

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolPalmeirasCampeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.