Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação
Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

Eduardo Baptista quer conter euforia palmeirense para jogo da volta no Pacaembu

Técnico não pretende poupar ninguém para partida de sexta-feira

Estadão Conteúdo

02 de abril de 2017 | 21h46

Apesar de a vitória por 3 a 1 sobre o Novorizontino, neste domingo, ter dado ao Palmeiras a vantagem de poder perder por até um gol de diferença na partida de volta, nesta sexta-feira, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, o técnico Eduardo Baptista tratou de conter a euforia dos torcedores. Para o treinador, é cedo para afirmar que o Palmeiras já está garantido na semifinal do Campeonato Paulista.

"Foi um resultado importante, difícil, mas não tem nada resolvido. Precisamos estar atentos e ligados na sexta-feira para buscar a classificação", disse o treinador, em entrevista coletiva no vestiário do estádio Dr. Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte (SP).

Para a próxima partida, inclusive, Eduardo Baptista não pretende poupar nenhum jogador. "Acabou o rodízio desde a rodada passada contra a Ponte Preta. Eu respeito o momento do jogador", disse.

O treinador fez também questão de elogiar o bom desempenho do Novorizontino. Sobretudo no primeiro tempo, a equipe do interior deu muito trabalho ao Palmeiras. Foi a sua primeira derrota em casa desde março de 2015. "O Novorizontino se fechou bem e saiu no contra-ataque. No primeiro tempo, a bola do Palmeiras não entrou muito, mas no segundo as coisas começaram a dar certo", completou Eduardo Baptista.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasEduardo Baptista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.