Eduardo Baptista quer corrigir erros do Fluminense para Copa do Brasil

A derrota por 2 a 0 neste domingo diante do Cruzeiro no Mineirão serviu para o Fluminense encontrar as dificuldades da equipe e corrigi-las a tempo das semifinais da Copa do Brasil. Essa é a opinião do técnico Eduardo Baptista.

Estadão Conteúdo

18 de outubro de 2015 | 18h45

"Temos de tentar reverter pelo lado bom. Mostrar os erros do time. Deixamos de marcar e temos de levar como aprendizado, mas houve também coisas boas. Não temos muito tempo, mas vamos conversar e tentar ajustar", comentou o treinador.

A principal deficiência do time na partida contra o Cruzeiro, segundo Baptista, foram os passes. O técnico acredita que seu time tenha criado muito poucas oportunidades de agredir o adversário.

"O primeiro tempo, até certo ponto, foi equilibrado. Criamos situações. Mas houve muitos erros de passe. No segundo tempo, no segundo gol, fomos muito mal. Não achamos passes por dentro. O Cruzeiro se fechou bem e aproveitou. Tínhamos que ter jogado mais", complementou.

Apesar das críticas, Baptista aproveitou para citar um ponto positivo do Fluminense no jogo: a atuação do jovem Ayrton, lateral-esquerdo estreante na equipe.

"Foi o grande ponto. Conversamos bastante, demos atenção especial a ele. A personalidade dele foi importante. Ficamos contentes. Mais um menino que o Fluminense coloca no time. Para primeira partida, acho que foi positivo", avaliou.

Agora o foco do Fluminense está voltado para partida contra o Palmeiras. As duas equipes iniciam a briga por uma vaga na final da Copa do Brasil na próxima quarta-feira, às 22 horas, no Maracanã.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.