Vitor Silva/Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

Eduardo Barroca sobre o rebaixamento do Botafogo: 'É um dia de dor'

Treinador chegou ao clube em novembro e não conseguiu salvar o time da Série B

Redação, O Estado de S.Paulo

05 de fevereiro de 2021 | 23h34

Anunciado em novembro do ano passado para substituir Ramón Díaz, Eduardo Barroca não conseguiu evitar o rebaixamento do Botafogo para a Série B do Brasileiro. Bastante abatido, o treinador não escondeu a tristeza com o rebaixamento da equipe após perder para o Sport por 1 a 0, nesta sexta-feira.

"O cenário nunca é por um único motivo. O Botafogo se encontrou nessa situação em quase todo o campeonato. Nesse momento não adiantaria encontrar um único foco. É um dia de dor. Todos aqui estão muito sentidos com o que aconteceu. Lutamos até onde podíamos para reverter esse cenário. Mas não foi possível, infelizmente", disse Barroca.

Sob seu comando, o Botafogo disputou 13 partidas no Brasileirão e teve um péssimo aproveitamento: foram 11 derrotas, um empate e uma vitória. Diante do iminente rebaixamento para a Série B, Eduardo Barroca já vinha planejando com a diretoria a temporada 2021. O treinador, porém, não entrou em maiores detalhes sobre o que já foi discutido.

"Desde a chegada do Freeland (Eduardo Freeland, diretor de futebol) a gente vem conversando em dois cenários. Uma delas é a reversão do cenário atual, para que a gente fizesse as melhores escolhas para reversão da situação e as escolhas pensando em futuro e até o momento a gente vem fazendo isso", finalizou.

Rebaixado com quatro rodadas de antecedência, o Botafogo se encontra na lanterna do Brasileirão, com apenas 24 pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
BotafogofutebolEduardo Barroca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.