Eduardo Costa diz que quer voltar a ser feliz no Grêmio

Volante é apresentado no Olímpico, mas só terá condições de reestrear no clube que o revelou em agosto

20 de julho de 2007 | 21h38

Depois de ser disputado por São Paulo e Flamengo, o volante Eduardo Costa foi apresentado oficialmente nesta sexta-feira pelo Grêmio, no Estádio Olímpico. Contratado para suprir a saída de Lucas para o Liverpool - negociado por 9 milhões de euros (cerca de R$ 24 milhões), o jogador de 24 anos disse que espera voltar a ser feliz no clube onde se profissionalizou, em 2000."Estou voltando para o clube onde eu cresci, onde aprendi muitas coisas e fui muito feliz. Tinha outras possibilidades, outros clubes interessados, mas analisando com os familiares e as pessoas mais próximas, tive a convicção de que o Grêmio seria o clube certo para voltar ao Brasil", comentou o volante, que assinou contrato por empréstimo por um ano. Os seus direitos federativos pertencem ao Espanyol, da Espanha.Precisando entrar em forma, Eduardo Costa prometeu à torcida um jogador como o que estavam acostumados a ver antes de ser negociado com o francês Bordeaux, em 2001. "Desde que saí, sempre acompanhei o Grêmio. Quando não estamos convivendo dentro do clube, automaticamente viramos um torcedor. Vi de longe aquela fase difícil na Segunda Divisão e o retorno. E acompanhei agora essa equipe que está muito bem treinada, muito forte, que sabe o que tem de fazer dentro de campo."Assim com o lateral-direito colombiano Rubén Bustos, contratado junto ao Cúcuta Deportivo no início de julho, Eduardo Costa só terá condições legais de defender a equipe dirigida pelo treinador Mano Menezes em 1.º de agosto, quando a CBF reabre as inscrições para jogadores com procedência do exterior.Além do volante, que chegou a ser convocado para a seleção brasileira na era Felipão, o Grêmio deve anunciar na próxima semana o atacante Marcel, que estava no São Paulo e tem vínculo com o Benfica, de Portugal. O clube gaúcho também negocia a contratação do lateral-direito Gustavo Nery, que está treinando no Corinthians após empréstimo ao espanhol Zaragoza na temporada passada do futebol europeu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.