Eduardo da Silva perdoa jogador que quebrou sua perna

'Eu perdôo Martin [Taylor, do Birmingham]. Eu sei que ele não fez de propósito', diz o atacante do Arsenal

25 de fevereiro de 2008 | 22h39

O brasileiro naturalizado croata Eduardo da Silva, do Arsenal, perdoou o zagueiro do Birmingham, Martin Taylor, pela entrada violenta que o adversário deu no último sábado, que acabou por quebrar a pena esquerda do atacante. Veja também: Médico afirma que Eduardo da Silva poderia ter perdido o pé  Eduardo deve se recuperar completamente, diz Arsenal Croácia lamenta lesão de 'insubstituível' Eduardo da Silva "Eu perdôo Martin. Doeu muito, mas agora estou bem. Eu sei que ele não fez de propósito", disse Eduardo, que acrescentou: "Eu fiquei horrorizado quando vi como minha perna tinha ficado e imaginei que fosse o fim de minha carreira, mas eu voltarei." Eduardo, que completou 25 anos nesta segunda-feira não demonstrou estar abalado com a grave contusão.  "Essas coisas acontecem no futebol. Vejo isso como um risco de minhas profissão", concluiu o atacante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.