Eduardo Ratinho fala em tom de despedida do Corinthians

Lateral-direito diz que pode até jogar na quarta, mas ele sai do clube na negociação para a vinda de Fabinho

Vítor Marques, Jornal da Tarde

21 de janeiro de 2008 | 18h03

Eduardo Ratinho ainda desconversa, mas já está em tom de despedida do Corinthians. O lateral-direito de 20 anos será emprestado ao Toulouse, da França, até julho de 2009 como parte do pagamento pela contratação do volante Fabinho. Ele diz que ainda pode jogar na quarta-feira, contra o Paulista, às 21h45 no Morumbi.Veja também: Corinthians acerta o retorno de Fabinho ao clube"A negociação está bem encaminhada, mas ainda não assinei o contrato. Minha vontade é ser feliz, aqui ou lá fora. Jogar mais uma vez na Europa será muito importante para o meu futuro. Mas ainda há a possibilidade de jogar na quarta", desconversa o lateral, que já tem informações sobre o novo clube. "O Toulouse é um time muito bom, o Fabinho falou bem deles, disputam competições importantes", resume.O lateral diz que sai satisfeito, sem nenhuma imposição. "O interesse foi das duas partes". Ele quer, além de ganhar um bom dinheiro, mostrar que é um jogador de qualidade para atuar na Europa, como fez quando esteve no CSKA, "Não que não deu certo [na Rússia], eles que não fizeram a opção de compra. Eu joguei bem lá, fiz vários jogos, inclusive pela Liga dos Campeões."Com a saída de Eduardo, o Corinthians fica com Coelho e Amaral, mais Alessandro, que tem atuado como volante, como opções para a lateral-direita. Se não puder contar com Ratinho na quarta, Mano Menezes deve aproveitar Alessandro, já que Coelho está fora de forma e Amaral se recupera de contusão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.