Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Eduardo Sasha é mais um jogador que entra na Justiça para deixar o Santos por falta de pagamento

Goleiro Everson já tinha feito o mesmo e ele e o atacante devem deixar o clube para defender o Atlético-MG

Redação, Estadão Conteúdo

20 de julho de 2020 | 12h20

A poucos dias da retomada do Campeonato Paulista, o Santos tem dois jogadores em seu elenco insatisfeitos com o clube. Assim como fez o goleiro Everson na semana passada, o atacante Eduardo Sasha entrou no noite de domingo com um processo na Justiça do Trabalho - na 6.ª Vara de Santos - contra o time da Baixada Santista pedindo a rescisão contratual.

Em nota oficial divulgada pela sua assessoria de imprensa, o atacante explicou a sua decisão de ter acionado a Justiça apesar de deixar claro que tem "o maior respeito pelo Santos e pelos torcedores", mas que "não há como permanecer por total falta de respeito e comprometimento com os profissionais".

"O atleta Sasha (Eduardo Colcenti Antunes) entrou na Justiça do Trabalho para romper seu vínculo contratual com o Santos Futebol Clube por falta de pagamento dos salários, falta de recolhimento do FGTS e requerendo o pagamento das verbas rescisórias e compensatórias devidas", informou a assessoria do jogador.

"Eu sou pai de família, tenho minhas responsabilidades e obrigações e fomos comunicados que teríamos um desconto de 30% em nossos salários por conta da pandemia. Nós jogadores estávamos dispostos a aceitar porque sabíamos da situação que o mundo estava vivendo, porém faltando 2 dias para o pagamento fomos comunicados que teria um corte de 70% nos salários, não houve nenhuma explicação. Não há o recolhimento do FGTS faz algum tempo e já tínhamos 3 meses de imagem atrasados, antes mesmo da pandemia, ninguém da diretoria nos dá nenhuma satisfação", destacou o jogador.

"Tenho o maior respeito pelo Santos, aos torcedores, tenho um ótimo ambiente com meus companheiros e todos os funcionários do clube, mas não há como permanecer por total falta de respeito e comprometimento com os profissionais", completou o atleta.

Assim como Everson, Eduardo Sasha também pode ter o Atlético-MG como destino. Os dois jogadores tiveram grande desempenho com o técnico Jorge Sampaoli no Santos em 2019 e agora o argentino comanda o clube de Belo Horizonte.

Nesta temporada, o atacante participou de 10 dos 12 jogos do Santos no ano, marcando dois gols. Em 2019, ele fez 49 jogos, com 14 gols marcados. O clube santista adquiriu 100% dos direitos econômicos de Eduardo Sasha neste ano, que chegou em troca com o lateral-esquerdo Zeca no Internacional, em investimento de cerca de R$ 12 milhões na contratação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.