Eduardo Viana admite virada de mesa no Rio

O presidente da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), Eduardo Viana, admitiu nesta quinta-feira a possibilidade de uma virada de mesa no Campeonato Carioca, para evitar o rebaixamento de duas equipes que estão no ano do centenário: América e Bangu. As duas se enfrentam na última rodada da competição, domingo."O campeonato já teve 18, 16 e 14 clubes. Eu não rasgo estatuto.Apenas modifico", afirmou o dirigente. Eduardo Viana aproveitou a ocasião para confirmar a rodada decisiva da Taça Rio para domingo, com todas as partidas sendo realizadas às 16 horas.De acordo com o dirigente, a Ferj recebeu uma liminar de um clube do interior para evitar que o Botafogo consiga modificar o local do jogo com o Madureira - o time não quer atuar em Conselheiro Galvão. "Não vou dizer qual é a equipe porque poderia atrapalhar nossa estratégia", disse Eduardo Viana.A alegação do Botafogo para a mudança é a de que o Fluminense, no primeiro turno, teve êxito na sua tentativa em levar seu jogo com o Madureira para o Maracanã.

Agencia Estado,

18 de março de 2004 | 19h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.