Eficiência italiana marcou vitória contra seleção de Gana

Eficiência no ataque e poucas faltas cometidas, foram estas as características que marcaram o jogo italiano na vitória da Azzurra por 2 a 0 contra Gana, nesta segunda-feira, em Hannover. Mesmo com menos posse de bola, 47% dos italianos contra 53% dos africanos, a Itália foi extremamente feliz em suas finalizações: 18 realizadas e 14 acertaram o gol do arqueiro Kingston, que teve muito trabalho no jogo. Eleito melhor jogador da partida, o meia Andrea Pirlo foi um dos destaques exatamente neste quesito. Aliás, o primeiro gol dos italianos saiu de um belo arremate seu de fora da área.Gana até que se esforçou, e deu bastante trabalho para a Itália até o gol dos europeus, mas com acertando somente quatro, de 14 finalizações, ficou difícil vislumbrar um triunfo por parte dos africanos.Aliás, um característica italiana, a forte marcação, não deixou de aparecer na partida, porém, o que se destacou foi as poucas faltas da Azzurra: oito. Já Gana, como é um costume dos times africanos, abusou dos pontapés. Foram 22 faltas, sendo algumas delas bem violentas. Ironicamente foram os italianos advertidos com mais cartões amarelos, três contra dois para a seleção de Gana, que correu muito, mas sucumbiu à eficiência da tradicional seleção da Itália. Veja abaixo as estatísticas do jogo:Finalizações: Itália, 18; Gana, 14 Finalizações certas: Itália, 13; EUA, 4 Faltas cometidas: Itália, 8; EUA, 22 Cartões amarelos: Itália, 4; EUA, 2 Cartões vermelhos: Itália, 3; EUA, 2 Escanteios: Itália, 12; EUA, 4 Impedimentos: Itália, 3; EUA, 3 Posse de bola: Itália, 47%; EUA, 53% Melhor jogador da partida: Andrea Pirlo(Com fifaworldcup.com)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.