Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Egídio festeja 'volta por cima' e ganha elogios de Cuca após golaço contra o Flu

Jogador foi um dos mais criticados jogo que marcou a eliminação alviverde na Libertadores, contra o Barcelona-EQU

Estadão Conteúdo

25 de setembro de 2017 | 09h39

O lateral-esquerdo Egídio festejou a volta por cima no Palmeiras após marcar um belo gol em um chute de fora da área que garantiu a vitória por 1 a 0 sobre o Fluminense, no último domingo, no Maracanã, pela 25.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

+ Ouça os comentários de Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos​

O jogador, um dos mais criticados pela torcida do time alviverde após a eliminação na Copa Libertadores, revelou que manteve a confiança em seu potencial, a dedicação nos treinos e agradeceu ao técnico Cuca por tê-lo mantido entre os titulares.

"Eu vinha em uma sequência de jogos muito boa. E aí aconteceu aquela situação adversa, perdi o pênalti e a gente saiu da Libertadores. O Cuca me preservou, eu me dediquei ao máximo nos treinamentos, me cuidei mais ainda no extracampo. Isso me fez voltar a ser titular", ressaltou o lateral em entrevista coletiva.

O jogador ainda festejou o fato de ter brilhado com um golaço em sua cidade natal.

"Muitos falam que o Egídio isso ou aquilo, mas confio no meu potencial. Confio em Deus, ele me fez dar essa volta por cima. Fico feliz de vir ao Maracanã, na cidade em que fui criado, e fazer um belo gol. Mais importante do que o gol, conseguimos os três pontos fora de casa", comemorou.

Cuca também exaltou a apresentação de Egídio, especialmente o lance que definiu a vitória do time - a terceira nos últimos quatro jogos e que deixou o Palmeiras com o mesmo número de pontos do Grêmio (43), perdendo a terceira colocação no Nacional apenas pelos critérios de desempate. "Gol muito bonito, uma batida de fora da área. Ele merece por tudo o que tem trabalhado. Foi muito importante, um gol que nos deu a vitória", enfatizou o treinador.

Agora, o Palmeiras terá duas partidas em casa para tentar se aproximar ainda mais do Corinthians, líder do Brasileiro, com 54 pontos. No próximo sábado, o time alviverde enfrentará o Santos, às 19 horas, no Allianz Parque. Depois, no dia 12 de outubro, a equipe receberá o Bahia em sua arena. O longo intervalo entre um confronto e outro se deve ao fato de que a competição será paralisada por causa da disputa das duas rodadas finais das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.