Vinnicius Silva/Cruzeiro
Vinnicius Silva/Cruzeiro

Egídio projeta amistoso do Cruzeiro contra o Corinthians quarta-feira: 'Difícil'

Lateral disse que jogo serve para o técnico Mano Menezes observar o desempenho dos jogadores para a disputa das várias competições do ano

Estadão Conteúdo

02 Julho 2018 | 20h34

O lateral-esquerdo Egídio, do Cruzeiro, afirmou nesta segunda-feira que o amistoso contra o Corinthians, nesta quarta-feira, às 20 horas, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, é importante para readquirir o ritmo, após folga e alguns dias de treinamento na para dos campeonatos para a Copa do Mundo da Rússia.

+ Confira a tabela do Campeonato Brasileiro

"Será um amistoso difícil para o Cruzeiro, são clubes do mesmo nível, por isso estamos trabalhando muito forte. Esse tipo de partida só soma para a gente", afirmou o jogador, ao observar que o técnico Mano Menezes vai precisar de muitos atletas para enfrentar a sequência de jogos da Copa do Brasil, Campeonato Brasileirão e Copa Libertadores.

"Sabemos que no retorno do calendário teremos muito jogos, às vezes com intervalo de apenas três dias, então precisaremos de um elenco e não de um time e nada como essa pausa dessa para nos recuperarmos fisicamente", declarou.

Apesar de ver como benéficas as férias seguidas de intertemporada, Egídio mostrou ansiedade para voltar a campo. "Nós jogadores sempre queremos jogar, por mais que reclamamos da sequência de jogos. Por isso estamos treinando muito forte, intensamente, para que possamos produzir melhor nesse segundo semestre em relação ao primeiro", destacou, após treinamento na Toca da Raposa II.

Depois do jogo desta quarta-feira, o Cruzeiro faz outro amistoso contra o Corinthians no próximo dia 11, às 20 horas, desta vez na Arena Corinthians, em São Paulo.

A volta a competições oficiais será somente no dia 16, um depois da final do Mundial da Rússia, às 20 horas, contra o Atlético Paranaense, em Belo Horizonte, na partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Na ida, vitória dos mineiros por 2 a 1.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.