Gabriela Bilo/Estadão
Gabriela Bilo/Estadão

Egídio se acostuma com pressão e sonha com seleção no Palmeiras

Lateral comemora boa fase com a camisa alviverde

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

19 Agosto 2015 | 07h00

Contratado para ser titular na lateral-esquerda do Palmeiras, após passagem traumática pela Ucrânia, Egídio a cada jogo se consolida na equipe alviverde e admite que se sente melhor quando está pressionado. O jogador mostra personalidade e diz que faz uma autoanálise após cada partida para estar sempre evoluindo.

"Eu gosto de sofrer uma pressão maior para entrar em campo como um dos jogos que fiz melhor foi o clássico (com o São Paulo). Tenho sabedoria e autoanalise que eu não fiz um bom jogo em Minas, contra o Cruzeiro, mas todo o time não foi bem", analisou o lateral.

A boa fase com a camisa do Palmeiras faz com que o lateral sonhe alto e já fale até sobre a possibilidade de defender a seleção brasileira. Mesmo quando estava jogando em alto nível no Cruzeiro, ele nunca foi lembrado para defender o time nacional.

"Estou trabalhando em prol do Palmeiras para ter boas atuações e espero que venha (uma convocação). Quem sabe mais na frente uma convocação pode aparecer. Espero estar preparado e forte para quando tiver uma oportunidade", comentou o lateral. 

O jogador chegou ao Palmeiras por indicação do técnico Marcelo Oliveira. Sua contratação acabou sendo até surpreendente, já que João Paulo veio do Flamengo e Zé Roberto estava atuando na lateral quando ele foi contratado e chegou com o status de ter sido um dos melhores da posição no Brasileiro do ano passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.