Bruno Haddad/Cruzeiro
Bruno Haddad/Cruzeiro

Egídio tem constatada lesão e Cruzeiro agora tem 6 baixas para duelo com Paraná

Time celeste vai muito desfalcado para o último jogo antes da parada para a Copa

Estadão Conteúdo

12 Junho 2018 | 16h50

O técnico Mano Menezes tem uma série de problemas para escalar o Cruzeiro no duelo contra o Paraná nesta quarta-feira, às 19h30, no estádio Durival Britto, em Curitiba, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. No total são ao menos seis jogadores que o treinador não deverá contar para o último duelo antes da pausa para a Copa do Mundo.

+ Ídolo do Cruzeiro e do Guarani, Zé Carlos morre aos 73 anos

+ Fábio cobra menos erros do Cruzeiro pós-Copa e critica calendário brasileiro

A mais nova baixa é a do lateral-esquerdo Egídio, que teve constatada nesta terça-feira uma lesão no tornozelo esquerdo. Ele aproveitará a pausa na competição para se recuperar e a tendência é que fique à disposição para o primeiro jogo depois do Mundial, em 16 de julho, contra o Atlético-PR, pela Copa do Brasil.

O lateral-direito Edílson levou o terceiro cartão amarelo e terá que cumprir suspensão. O meia Thiago Neves e os volantes Ariel Cabral e Mancuello se recuperam de problemas musculares e estão fora. Além disso, o meia Arrascaeta está com a seleção uruguaia.

Com esses desfalques, o volante Lucas Romero deverá ser deslocado para a lateral direita. O jogador minimizou os problemas na escalação. "Temos um elenco muito forte e vai substituir à altura. A gente sabe que no Brasil são muitos jogos e no caminho se perde jogadores", afirmou.

Mano não confirmou o time do Cruzeiro. Mas a tendência é que a equipe entre em campo com: Fábio; Lucas Romero, Dedé, Léo e Marcelo Hermes; Henrique, Lucas Silva, Bruno Silva, Robinho e Rafael Sobis; Sassá.

O Cruzeiro ocupa a oitava colocação na tabela com 17 pontos e espera chegar na pausa da Copa entre os primeiros colocados - atualmente, está a apenas três pontos do Atlético-MG e do São Paulo, o segundo e terceiro colocados. O Flamengo lidera com 26.

Do outro lado, o time terá pela frente o penúltimo colocado da tabela. "Temos a obrigação de conseguir os três pontos", disse Lucas Romero. "O Paraná é um time que espera muito o rival. Temos que trabalhar com muita tranquilidade e buscar os espaços. Temos que ter paciência para conseguir o gol", receitou o jogador.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.