Amr Adballah Dalsh/Reuters
Amr Adballah Dalsh/Reuters

Egito derrota Gana e é tricampeão da Copa Africana

Com a vitória, seleção egípcia consolida sua posição de maior campeão do torneio, com sete títulos

AE, Agencia Estado

31 de janeiro de 2010 | 16h29

A seleção do Egito confirmou o favoritismo e faturou o tricampeonato da Copa Africana de Nações neste domingo. A equipe egípcia bateu Gana por 1 a 0 na decisão disputada em Luanda, capital da Angola. O gol do título foi marcado somente aos 39 minutos do segundo tempo, pelo artilheiro Geddo.

Com a vitória, o Egito consolidou a sua posição de maior campeão do torneio, com sete títulos, três deles em sequência (1957, 1959, 1986, 1998, 2006 e 2008). Já a equipe de Gana, que soma quatro troféus, perdeu a chance de se aproximar do número de conquistas do rival.

Curiosamente, os egípcios não conseguem repetir os bons resultados nas eliminatórias da Copa. Neste ano, ficarão de fora do Mundial da África do Sul, enquanto Gana disputará seu segundo Mundial - estreou na competição em 2006. O Egito participou de apenas duas edições, em 1934 e 1990.

Contudo, a equipe de Gana não conseguiu refrear a hegemonia do Egito na competição africana. Os ganenses contavam com jogadores jovens, que participaram da conquista do Mundial Sub-20, no ano passado, justamente vencendo o Brasil na decisão.

As duas equipes fizeram uma decisão equilibrada neste domingo, apesar das poucas emoções do primeiro tempo. A etapa seguinte foi mais movimentada, em razão da maior iniciativa do Egito, que levava maior perigo ao gol do adversário.

Recuada, a seleção de Gana se defendia bem, mas saía mal nos contra-ataques e exigia pouco trabalho do goleiro Al Hadari. Porém, aos 39 minutos, a insistência dos egípcios foi compensada com uma bela jogada pela direita. Geddo, que acabara de entrar, tabelou com Zidan e bateu colocado no canto esquerdo de Richard Kingson, assegurando mais um título para o Egito.

A próxima edição da Copa Africana será disputada em 2012 será, no Gabão e na Guiné Equatorial, que vão dividir o evento. A Confederação Africana tenta antecipar a edição de 2014, na Líbia, para 2013, para realizar o evento sempre em anos ímpares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.