Reprodução/Twitter/EFA
Reprodução/Twitter/EFA

Egito oficializa candidatura para ser sede da Copa Africana de Nações em 2019

Torneio seria realizado em Camarões, que perdeu o posto por problemas nas obras e na infraestrutura do país

Estadão Conteúdo

13 de dezembro de 2018 | 17h54

O Egito oficializou nesta quinta-feira a sua candidatura para ser sede da próxima edição da Copa Africana de Nações, em 2019, que seria realizada em Camarões. A confirmação acontece na véspera da data limite estipulada pela Confederação Africana de Futebol (CAF, na sigla em francês) para os países apresentarem os seus projetos finais.

"A Federação Egípcia de Futebol (EFA, na sigla em francês) apresentou oficialmente a sua candidatura para receber a CAN-2019, prevista para junho e que deveria ser organizada por Camarões; este não estando preparado para recebê-la", escreveu a entidade em um comunicado oficial divulgado nesta quinta-feira em suas redes sociais.

O Egito - que já organizou a Copa Africana de Nações em quatro oportunidades, sendo a última em 2006 - apresentou a sua candidatura um dia depois de Marrocos surpreender com a notícia de que não está mais interessado em ser sede da competição. Os marroquinos, que neste ano perderam a eleição para organizar a Copa do Mundo de 2026 para o trio Estados Unidos/Canadá/México, eram os maiores favoritos.

Até esta sexta-feira, mais dois países deverão apresentar as sua candidaturas: África do Sul e Gana. Os sul-africanos já enviaram uma carta de intenção, mas ainda não oficializaram o projeto. Já os ganeses apenas mostraram interesse.

A nova sede será escolhida pela CAF em janeiro. Camarões perdeu o posto por causa de atrasos nas obras de infraestrutura e pela frágil segurança no país.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.