Eguren está longe de cair nas graças de Gilson Kleina no Palmeiras

Eguren está longe de cair nas graças de Gilson Kleina no Palmeiras

Na vitória sobre o Sport, o uruguaio foi a terceira opção e só entrou em campo nos minutos finais

FERNANDO FARO, Agência Estado

22 de setembro de 2013 | 17h04

SÃO PAULO - Quando Eguren foi contratado pelo Palmeiras em junho, a expectativa era que ele rapidamente assumisse o posto de titular. Elogiado por seu espírito de liderança, o volante no entanto ainda parece longe de conseguir encher os olhos do técnico Gilson Kleina. Na vitória sobre o Sport, no último sábado, no estádio do Pacaembu, o uruguaio foi a terceira opção e só entrou em campo nos minutos finais para evitar a pressão dos pernambucanos - Márcio Araújo foi titular e Charles foi a campo no intervalo.

Os números do jogador por enquanto são bastante modestos. Ele foi relacionado 10 vezes por Gilson Kleina e só foi titular na derrota por 1 a 0 sobre o Boa, em Varginha (MG). Ao todo foram seis partidas disputadas e um gol marcado (na vitória sobre o Avaí, em Florianópolis, na rodada anterior), marca discreta para quem era apontado como novo xerife do meio.

Questionado sobre a utilização do jogador, o técnico tentou se explicar e garante que ele terá chances de mostrar serviço e brigar em igualdade de condições, mas não quis dizer quando. "Sabemos que é um grande jogador, mas no jogo de hoje (sábado) optamos pelo Charles, que tem marcação e saída de bola. Não sei o tempo ou o momento para o Eguren ser titular; é claro que terá sua oportunidade, mas no momento estamos preocupados com outras situações", desconversou Gilson Kleina.

Enquanto isso, Eguren trabalha em silêncio para provar seu valor. Pelo que se viu até aqui, precisará mostrar muito mais serviço se quiser ganhar oportunidades e deixar de ser a última opção de Gilson Kleina.

SÓ UM SUSTO

O atacante Alan Kardec passou por exames neste domingo e nada foi constatado. O jogador deixou a partida contra o Sport no intervalo após um choque de cabeça com o zagueiro Pereira. Após a pancada, ele ficou enjoado e com tonturas. O elenco palmeirense ganhou folga neste domingo e nesta segunda-feira e volta aos treinos na manhã desta terça. Alan Kardec deve estar presente na atividade.

Com 55 pontos, o Palmeiras está tranquilo na liderança da Série B do Campeonato Brasileiro - tem nove pontos a mais que a vice-líder Chapecoense (que tem um jogo a menos) e 17 a mais que o Icasa, o primeiro time fora da zona de acesso. O próximo compromisso é contra o América-RN, no sábado, novamente no Pacaembu.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasEguren

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.